terça-feira, 24 de janeiro de 2017

O mundo não é e talvez nem queira ser coerente.
Tem gente que passa o dia no Facebook e fala que não teve oportunidade de estudar;
tem gente que tem tudo de mão beijada e fala que tudo se ganha por mérito...
Tem gente.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Poderíamos aprender a ver mais de dois lados opostos na política, na economia e mesmo nas relações humanas. Mas desonfio que as pessoas não têm interesse nisso. Afinal, pra quê ampliar horizontes quando eu posso passar a vida disputando com o lado oposto? Se a minha vida não tem tantos desafios, então, o binarismo é um campo extemamente interessante. Eu distorço a realidade em prol do meu argumento e acuso meu oponente de distorcê-la pelo seu. Não é divertido? Tentar enxergar a realidade com nuances que não se encaixam nessa oposição não parece trazer tanta emoção. 

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Você achar que existem assuntos mais importantes não te dá o direito de calar as pessoas que querem debater outras coisas. O mundo está cheio de gente com tempo o bastante para fazer um monte de bobagens. Analise se vale a pena menosprezar alguém que tenta melhorá-lo, mesmo que não seja no que você acha mais crucial.

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Vai ter sempre alguém pronto a criticar o modo como você luta e, por vezes, dizer que você deveria estar fazendo outra coisa em vez de lutar. Escolha as batalhas. Dar atenção a pessoas cuja única luta é criticar a luta alheia não leva a muito além do conformismo generalizado.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

De meses em meses ligo a cbn na internet. Não houve uma ocasião em que eu não ouvisse jornalistas claramente enviesados, dando palpite, enfatizando a corrupção de um partido e não mencionando a de outros, dando tom emotivo a notícias que deveriam ser analisadas. Parcialidade existe em todo jornal, mas a da CBN é descarada e rasa. Nem a fazer uma análise dos fatos se dispõem. É recorte atrás de recorte com um monte de subjetividade jogada em cima. Vergonha alheia é pouco. Hoje ela entrou na lista das fontes de "informação" que eu não consulto mais. Não vale a pena.