domingo, 2 de agosto de 2009

Confissão

Se eu fosse ler meu livro novamente, começaria do segundo capítulo. E tiraria alguns textinhos de outros também... Especialmente no que tange a rótulos que coloco com minhas metáforas, e que eu mesma alego não aprovar em discursos mais claros.

O longo processo de publicação, desde que o livro fechou (mais de um ano) permitiu que eu me conhecesse, me criticasse e mudasse de ponto de vista. Teve importância no devido momento, e hoje me faz querer escrever outro, e outro, e outro, enquanto isso me permita crescer.

Na verdade, às vezes tenho a sensação de que quanto menos resolvidos estamos com relação a algo, mais falamos a respeito. Espero poder silenciar esse tipo de expressão, e compartilhar apenas o que soma.

Um comentário:

  1. Felizmente a editora permite alterações.
    Agora o livro que se encontra à disposição está alterado :)

    ResponderExcluir