quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Poderíamos aprender a ver mais de dois lados opostos na política, na economia e mesmo nas relações humanas. Mas desonfio que as pessoas não têm interesse nisso. Afinal, pra quê ampliar horizontes quando eu posso passar a vida disputando com o lado oposto? Se a minha vida não tem tantos desafios, então, o binarismo é um campo extemamente interessante. Eu distorço a realidade em prol do meu argumento e acuso meu oponente de distorcê-la pelo seu. Não é divertido? Tentar enxergar a realidade com nuances que não se encaixam nessa oposição não parece trazer tanta emoção. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário